Parque Nacional do Iguaçu

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

 

Criado em 1939, é espaço de preservação de espécies ameaçadas de extinção, como a onça-pintada e o jacaré-de-papo-amarelo. O Parque integra o mais importante contínuo biológico do Centro-Sul da América do Sul, com mais de 600 mil hectares de áreas protegidas e outros 400 mil em florestas ainda primitivas. Formas de conhecer o Parque Nacional do Iguaçu: trilhas, safári ecológico, voos panorâmicos de helicóptero e o rafting pelas corredeiras. Há ainda o luau, passeio realizado em noite de lua cheia pelas Cataratas.

Parque Nacional das Aves

Fica em frente ao Parque Nacional do Iguaçu. Em 16,5 hectares de Mata Atlântica, o viveiro gigante a céu aberto abriga mais de mil aves, de 150 espécies diferentes de todo o mundo. Em alguns viveiros, o visitante pode entrar e ficar bem perto de aves, como os tucanos. Há também répteis e até um borboletário. Considerado um dos maiores parques da América Latina, ali são mantidos projetos de conservação, procriação de algumas espécies e de preservação ambiental.

Usina Hidrelétrica de Itaipu

Itaipu, ‘a pedra que canta’. Em Tupi, é um dos atrativos mais conhecidos de Foz. A hidrelétrica é a segunda maior do mundo em geração de energia, atrás apenas de Três Gargantas, na China.  Trata-se de empresa binacional, que começou a operar em 1984. A energia gerada pertence ao Brasil e ao Paraguai.

Ali o turista se encanta com a grandiosidade da obra, com passeios pelo lago Itaipu e a atração noturna que une a apresentação da barragem iluminada com uma trilha sonora especial. Em Itaipu, também está o projeto de preservação ambiental Refúgio Biológico Bela Vista. O espaço é uma unidade de proteção feita para receber espécies desalojadas pela construção do reservatório. São mais de 960 gêneros de plantas e 50 espécies animais.

Onde se hospedar?

Na Rodovia das Cataratas, bem perto dos principais pontos turísticos da cidade, está o Hotel Nacional Inn Foz. Com apartamentos confortáveis, qualidade no atendimento e instalações modernas, divididas em dois andares, o Hotel Nacional Inn está preparado para receber portadores de necessidades especiais. Rodeada de muito verde, a área de lazer tem piscinas adulto e infantil. Conta com estacionamento próprio e oferece um delicioso café da manhã como cortesia. Dentro do hotel, funciona uma agência de turismo terceirizada, que presta serviços aos hóspedes.

Tem localização estratégica, perto dos principais pontos turísticos de Foz, como o Parque Nacional do Iguaçu e o Parque Nacional das Aves. O Nacional Inn Foz fica a sete quilômetros da fronteira com a Argentina e a quatro quilômetros do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu. Enfim – está perto de tudo o que a cidade tem de mais interessante. Além dos atrativos da localidade paranaense, ainda há roteiros que valem muito a pena, tanto no Paraguai, quanto na Argentina.

Os outros dois hotéis da rede também estão muito bem localizados, no centro da cidade, próximos de tudo. O Dan Inn dispõe de 75 apartamentos amplos e confortáveis, qualidade no atendimento e tarifas econômicas. Acrescente-se piscina, elevador e estacionamento próprio, além das condições necessárias para receber portadores de necessidades especiais.

Já o Golden Park oferece 214 apartamentos em piso frio, equipados com ar-condicionado, minibares, telefone, internet Wi-Fi, TV LCD 32”, cortinas blackout e cofre digital, com apartamentos para portadores de necessidades especiais. Área de lazer inclui academia, piscina, sauna, salão de jogos e playground. O Centro de Convenções tem 12 salas e capacidade total para 3.500 pessoas.

Os três hotéis da marca Nacional Inn em Foz do Iguaçu vantagens para todas as motivações de viagem e hospedagem. Uma delas sobressai aos olhos do viajante: os três hotéis da rede estão localizados a, no máximo, 20 minutos de quaisquer pontos turísticos de Foz do Iguaçu.

 

6

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *