Lugares para conhecer no Paraná

Tempo de leitura: 5 minutos

Junto com Santa Catarina e Rio Grande do Sul, o Paraná integra a região Sul, uma das mais prósperas do Brasil. Com mais de 11 milhões de habitantes, segundo o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o Paraná possui 399 municípios, sendo alguns deles, destinos turísticos que vale a pena conhecer. Selecionamos aqui, dois: Curitiba, a capital, e Foz do Iguaçu, famosa internacionalmente pelas suas belezas naturais. E o melhor: os dois roteiros têm unidades Nacional Inn para te receber muito bem, seja a lazer ou a trabalho. Enquanto você não marca dias inesquecíveis com a gente, saiba mais sobre a história e a cultura destas cidades brasileiras tão lindas, aqui no nosso blog!

CURITIBA

Conhecida como a capital brasileira do turismo de negócios, a cidade paranaense é exemplo para o mundo, quando os assuntos são educação, meio ambiente e urbanismo.

Fundada por colonizadores portugueses no século 17, mas construída por diversos povos, Curitiba tem essas heranças étnicas na arquitetura, na gastronomia e nos costumes locais. Influência dos escravos negros, de italianos, alemães, poloneses e ucranianos. Importância dos imigrantes lembrada em diversos pontos turísticos e nas festas cívicas e religiosas que fazem parte do calendário cultural da cidade.

Privilegiada por muitas belezas naturais, a grande área verde de 55 metros quadrados por habitante fica concentrada nos mais de 25 parques e bosques, para caminhadas, passeios e piqueniques. As ruas, calçadas e ciclovias largas são referências de uma cidade planejada. O transporte coletivo eficiente permite ao turista, conhecer os principais pontos da capital com conforto e economia.

O aspecto europeu ditado pela herança cultural e pelo clima frio é um charme a mais deste destino: Curitiba é a capital com média de temperatura mais baixa do Brasil e também a que tem a maior variação térmica, o que torna indispensável, pelo menos um casaco para a viagem.

A capital com população estimada em quase um milhão e 900 mil habitantes também foi uma das 12 sedes da Copa do Mundo de 2014. A Curitiba de Paulo Leminski, poeta que fez sucesso, mais de 20 anos depois de sua morte e de Poty Lazzarotto, um dos maiores muralistas brasileiros, com 35 trabalhos tombados pelo Conselho Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico, é uma cidade cultural, rica em atividades.

Tem um calendário diversificado, com atrações para todos os públicos, o ano todo. São dezenas de eventos, nos mais diferentes segmentos como culturais, esportivos, médicos e religiosos. A cidade paranaense é sede do Festival Internacional de Cinema e do Festival de Teatro, maior evento do gênero no Brasil. Em Curitiba, estão as unidades: Nacional Inn, Nacional Inn Torres, Golden Park e Dan Inn.

Foz do Iguaçu

 

No extremo oeste do Paraná e com mais de 263 mil moradores, Foz do Iguaçu também se destaca pela diversidade cultural. Das 192 nacionalidades existentes no mundo, a cidade abriga 80. Isso se reflete  no turismo religioso: depois das Cataratas e da Usina de Itaipu, o templo muçulmano Omar Ibn Al-Khattab é o terceiro lugar mais visitado de Foz. Há ainda um Templo Budista, uma construção de dois andares e mais de dois mil metros quadrados. Em uma região alta da cidade, cercada de muito verde, a vista do local é privilegiada. Famosa pela exuberância de suas belezas naturais, Foz do Iguaçu atrai turistas do mundo todo. São viajantes interessados em conhecer os sotaques da tríplice fronteira: Brasil, Argentina, Paraguai. O Parque Nacional do Iguaçu, onde estão as Cataratas do Iguaçu e o Parque Nacional das Aves, são exemplos de pontos que oferecem contato direto com a natureza aliado a prática de esportes radicais.

Outra opção de passeio é uma visita à Usina de Itaipu. A hidrelétrica é a segunda maior do mundo em geração de energia, fica atrás apenas da Hidrelétrica de Três Gargantas, na China.  A empresa é binacional, tem operação no Brasil e no Paraguai, graças a um acordo para o aproveitamento do potencial hídrico do Rio Paraná. A energia gerada é dividida entre os dois países.

Está em Foz o primeiro museu de cera da América Latina. Anexo ao complexo Foz do Iguaçu Park Show fica na estrada que liga Foz ao Parque Nacional do Iguaçu e as Cataratas. O museu de cera ambientado reconstrói ambientes completos que marcaram sucessos de bilheteria do cinema, além de paisagens famosas no mundo. Uma atração divertida e repleta de humor, aberta diariamente.

O destino paranaense também é muito procurado para o turismo de compras. Puerto Iguazú, a menor das três cidades da tríplice fronteira, na província de Misiones, Argentina, abriga o Duty Free Shop, eleito por duas vezes, o melhor do mundo. O shopping, organizado por departamentos, tem artigos variados: bebidas, brinquedos, perfumes, cosméticos, maquiagem, óculos e relógios, tudo importado, sem a taxação de imposto, o que torna os preços melhores e explica o interesse de tantos turistas, pela loja. É necessário ficar atento aos limites de compra, fixados pela Receita Federal.

A Ponte Internacional da Amizade liga Foz do Iguaçu no Brasil e Ciudad del Este no Paraguai. Todos os dias, milhares de brasileiros fazem o trajeto rumo ao país vizinho, em busca dos preços bem mais competitivos na terceira maior zona de livre comércio do mundo, depois de Miami e Hong Kong. É preciso ter atenção à cota de isenção. Para entrar em ambos os países, os brasileiros podem apresentar carteira de identidade, carteira nacional de habilitação ou passaporte. Em Foz, você pode escolher entre os hotéis: Dan Inn, Golden Park Internacional e Nacional Inn.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *