Principais caminhos para chegar a Poços de Caldas

Tempo de leitura: 9 minutos

Linda, charmosa, aconchegante, hospitaleira e de fácil acesso, especialmente para quem está na região Sudeste do Brasil: estas são descrições que apresentam muito bem Poços de Caldas, uma das estâncias hidrominerais mais famosas do País. Quem já foi ao destino mineiro, sabe do que estamos falando. Quem ainda não foi, precisa incluir a cidade no próximo roteiro de viagem, com a certeza de dias felizes, de descanso mas também de muito lazer e para todas as idades. São vários os caminhos e a escolha depende do seu ponto de partida e de quanto você pretende gastar na viagem.

Os meios mais utilizados são os rodoviários, especialmente porque a maior parte dos visitantes de Poços, vem dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Para quem sai de São Paulo, são 240 quilômetros. Pela Rodovia Anhanguera, a indicação é pegar a saída para a Dom Pedro I, entrar na saída para Mogi Mirim, SP-340 – Rodovia Ademar de Barros. O trajeto segue pela SP-346 e depois pela BR-146 até Poços de Caldas. As rodovias estão bem sinalizadas, tem pedágios e quase todas são duplicadas, o que garante uma viagem tranquila e rápida.

Já saindo de Belo Horizonte, são 450 km. O trajeto segue pela Rodovia Fernão Dias e depois a BR-267 até Poços de Caldas. A Fernão Dias é duplicada e tem pedágios. A BR-267 tem terceira faixa em alguns trechos, está em bom estado e com sinalização adequada também.

Poços também recebe muitos turistas do Rio de Janeiro, são visitantes que percorrem 490 quilômetros. A viagem tem início pela Rodovia Presidente Dutra/BR-116 até Lorena/SP. Aí é só pegar a saída 51A em direção a BR-459/Piquete/Itajubá. Siga até Itajubá e pegue a BR-459 até Poços de Caldas, passando por Pouso Alegre. Quase todas as estradas estão duplicadas, têm pedágios e boa sinalização. É necessária maior atenção no trecho de serra, especialmente entre Lorena, Piquete e Itajubá. A paisagem linda compensa o ritmo lento nestes trechos. Para quem prefere seguir de ônibus, saindo das principais capitais: São Paulo, Belo Horizonte e Rio de Janeiro, há linhas diretas, diárias e em vários horários. Uma pesquisa rápida na internet informa sobre as opções.

É possível ainda fazer parte da viagem de avião. O aeroporto de Poços recebe voos particulares de aviões de pequeno e médio porte e há linha comercial três vezes por semana, que liga a cidade à capital, BH. O aeroporto mais próximo com mais opções de voos regulares é o de Campinas, em São Paulo, a 150 quilômetros. Viracopos recebe muitos voos diários, inclusive internacionais, das principais companhias aéreas brasileiras. Com movimentação de cargas e de passageiros, é o terceiro maior do Brasil, sendo o segundo principal terminal de cargas do País. O Aeroporto Internacional de Viracopos tem pelo menos 200 voos domésticos e 40 internacionais, o que facilita a vinda de turistas até mesmo de locais mais distantes. São dez milhões de passageiros por ano chegando e partindo da cidade. E de  Campinas para Poços de Caldas há ônibus com linhas operadas por diversas companhias de viagem, durante todo o dia e a noite, também. Alugar um carro ou contratar um táxi para complementar o trajeto, são outras opções acessíveis.

 

O que ver em Poços de Caldas

Poços de Caldas têm motivos de sobra para ser um dos roteiros mais procurados pelos turistas, em Minas Gerais. Mas onde fica Poços de Caldas? No extremo sul de Minas Gerais, a cidade fica a 450 km da capital Belo Horizonte, a 260 km de São Paulo e a 483 km do Rio de Janeiro. Com 160 mil habitantes, cercada pela Serra da Mantiqueira, de clima ameno e baixas temperaturas no inverno. Está entre os municípios mais visitados do Sul de Minas e encanta pela exuberância das belezas naturais. São parques, praças e cachoeiras com visitação gratuita. O passeio de teleférico sobe a serra e leva os visitantes até o Cristo Redentor. Com 30 metros de altura e 20 toneladas é o segundo maior do Brasil, menor apenas do que a estátua do Rio de Janeiro.  A 1.696 metros acima do nível do mar, quem vai até o Cristo, tem uma vista panorâmica da cidade. A rampa de paraglider, ao lado da estátua do Cristo Redentor, também oferece visual único e atrai praticantes de voo livre. O centro da cidade abriga prédios históricos, tombados pelo IEPHA, Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais, como o Palace Casino, da década de 1930, que já teve a presença de personalidades como a cantora Carmem Miranda e o ex-presidente Getúlio Vargas. O espaço passou por obras de restauração e  recebe moradores e turistas em visitas monitoradas. O Complexo Hidrotermal de Poços de Caldas é considerado uma das melhores estâncias hidrominerais de todo o Brasil, segundo o IEPHA. São lagos, cascatas e fontes de águas medicinais. O prédio das Thermas Antônio Carlos, da mesma época, chama a atenção pela grandiosidade e imponência. No Balneário, que também passou por uma grande restauração, são oferecidos vários serviços como banhos de imersão e outros tratamentos com águas sulfurosas. Há ainda o Mário Mourão, outro importante e histórico balneário da cidade que vale a pena visitar.

 

Poços também tem badalação!

É, mas se engana quem pensa que o roteiro termina às 18 horas. A programação noturna não fica atrás. Na saída para o Estado de São Paulo, a 5 km do centro da cidade, está o Shopping Poços de Caldas que reúne lojas, praça de alimentação e cinema.  Outro ponto de encontro de turistas e moradores é a Praça Pedro Sanches, no centro de Poços. O cartão postal da cidade leva esse nome em homenagem ao Doutor Pedro Sanches, um dos mais importantes médicos da história da cidade. O local faz parte do complexo hidrotermal hoteleiro e turístico de Poços e é cercado pelo comércio, por bares e restaurantes. O famoso Coreto da Praça Pedro Sanches, durante os finais de semana, é palco de apresentações de seresta, chorinho e música raiz. O local vira pista de dança e gente de todas as idades se diverte. Vendedores ambulantes de churros, pipoca e refrescos compõe a atmosfera interiorana. Ao lado da Praça Pedro Sanches, estão pelo menos dez trailers que oferecem lanches, pizzas e crepes. A cidade tem várias casas noturnas, onde a ordem é chegar depois das 23 horas e a festa segue, pela madrugada. São PUBs charmosos, com programação diferente a cada semana, que inclui DJs conhecidos no cenário nacional e música ao vivo. Tem para todos os estilos: eletrônico, pop, rock, pagode, samba e sertanejo. Música variada e cardápio também: comidinhas mexicanas, lanches, porções e drinks criativos.

 

Poços também é gastronomia!

E por falar em comida, Poços de Caldas tem circuito gastronômico variado. Você certamente vai experimentar na cidade, o melhor da culinária mineira, mas pode também se aventurar por sabores árabes, italianos, mexicanos, chineses ou japoneses. Tem até comida tailandesa e vietnamita, dá para acreditar!? Pois é, são pizzarias, bistrôs, temakerias, choperias, para você escolher! Para quem gosta de cervejas artesanais, Poços também tem! As docerias gourmet são um luxo a parte. As charmosas cafeterias oferecem cardápio variado de drinks feitos à base de um dos principais produtos do agronegócio sul mineiro, o café. Tudo isso com aquele jeitinho peculiar de Minas, inconfundível e irresistível!

 

Compre seu pacote de viagem com a Nacional Inn Hotéis!

 

Temos os melhores hotéis em Poços de Caldas para fazer da sua viagem, inesquecível. São unidades para você ficar no centro de Poços de Caldas, hotéis com pensão completa e o único resort em Minas Gerais all inclusive. São tarifas especiais para viajantes, condições diferenciadas para eventos, grupos e excursões, além de pacotes para você curtir aquele feriado prolongado com a sua família. Se a ideia é um hotel mais barato, para você explorar mais a cidade, você pode entrar em contato com a central de reservas do Dan Inn (35) 3722-2253 ou do Plaza (35) 3722-8828. Se você procura um hotel no centro de Poços, com estrutura completa para lazer e eventos, então sua escolha deve ser pelo Nacional Inn (35) 3716-6000.

Se o foco é descanso, lazer e contato com a natureza, fora do centro, mas a poucos minutos de carro, reserve dias no Vilage Inn All Inclusive (35) 2101-9800, com a comodidade do sistema que oferece dentro de um valor fechado, todas as refeições e bebidas incluídas. Outra unidade all inclusive de Poços de Caldas é o Golden Park (35) 2101-9900. Agora se a pedida é conhecer o único resort all inclusive de Minas Gerais, construído dentro do maior parque temático do Estado, a escolha deve ser pelo Thermas Resort Walter World (35) 2101-8080.

Entre em contato, consulte nossas condições especiais e nossas tarifas exclusivas. Nossa central de reservas oferece flexibilidade no pagamento que pode ser parcelado. O pagamento também pode ser em cheque ou por depósito bancário. São pacotes especiais, o ano inteiro, para você conhecer Poços de Caldas no melhor estilo!

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.