Campos do Jordão: a Suíça brasileira na Serra da Mantiqueira

Tempo de leitura: 3 minutos

Este post inicia nossa parceria com o Travel Storytellers. O blog é feito por uma dupla que viaja, em busca de boas histórias para contar. Os textos são da jornalista Carolina Porne. E as imagens, do fotógrafo Leonardo Montanher.  Os dois estiveram em Campos do Jordão/SP, se hospedaram em um hotel nosso e contaram tudo o que viveram neste dia. Confira mais sobre os Hotéis Nacional Inn, também em https://travelstorytellers.wordpress.com

 

Destino: Campos do Jordão. Demoramos quatro horas e meia para chegar até lá em uma quarta-feira à noite, uma hora a mais do que o esperado, mas passar pelo portal da cidade e ver um relógio de rua indicando 11º  foi uma verdadeira conquista.

Ficamos hospedados no Hotel Nacional Inn Campos do Jordão; o atendimento foi impecável. Queríamos ficar mais uma noite, mas não foi possível tamanha é a procura por ele! O quarto era super confortável, o café da manhã bem completo e o melhor de tudo: a piscina coberta e aquecida. Ali o frio não entra!

Não fui a única que estava fugindo do calor; a cidade estava lotada para o feriado, tanto que não conseguimos hospedagem para mais tempo. Contudo, nem que seja por um dia, é possível aproveitar o clima de Campos. Comece o passeio pela Ducha de Prata, conjunto de cachoeiras próximo à Vila Inglesa. Além da beleza e da tranquilidade (às vezes perturbada pelo excesso de turistas) das quedas d’água, aproveite para passear pelas lojas e garantir doces, queijos e malhas.

Em seguida é hora de ver o centro da cidade, a vila Capivari. A maior concentração de pessoas está no Boulevard Geneve, próxima à Baden Baden, restaurante de culinária alemã que serve todas as variedades da cerveja de mesmo nome. Sem paciência para esperar? Coma no Vizinho. Exatamente: o restaurante ao lado da Baden Baden chama-se O Vizinho. No menu, destaque para a gastronomia italiana. Minha sugestão é o Farfalle al Cheff, com massa salteada na manteiga, abobrinha, tomate seco e nozes. Também não conseguiu uma mesa por aqui? Tente O Outro, ao lado d’O Vizinho, dos mesmos donos.

No mesmo Boulevard Geneve você encontra lojas que vão de roupas a canivetes suíços, passando, de novo, pelas comidinhas. Entre na Matterhorn e leve para casa vinhos, queijos e doces; minha escolha foram os waffles recheados da marca Moinho. Mesmo que você não esteja mais em Campos no dia seguinte, tomar um café acompanhado de um desses waffles vai teletransportar sua mente de volta para lá.

Para fechar o passeio a subida ao Morro do Elefante é essencial. Você pode ir de carro ou de teleférico; a vista de Campos do Jordão circundada por montanhas fará você se apaixonar de vez pela cidade – caso isso ainda não tenha acontecido.

Destino: Campos do Jordão (SP)

Tempo: 1 dia

Para se achar:

Ducha de Prata – acesso pela Avenida Mariane Baumgart

O Vizinho – Rua Djalma Forjaz, 93 – Boulevard Geneve

Matterhorn – Rua Djalma Forjaz, 93 – Boulevard Geneve

Morro do Elefante – acesso pela Avenida Gastão Vidigal (carro); saída do teleférico na Avenida Emilio Ribas (R$ 14).

 

Campos do jordão

Curitiba

Dan Inn Curitiba

 


Mais informações: Marketing Hotéis Nacional Inn
Aline Fallaci – Jornalista
(35) 3722 – 2350 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *